Category: Cadeira 22

JUSTINIANO DE SERPA

Justiniano José de Serpa nasceu em Aquiraz-CE, no dia 6 de janeiro de 1852. Foi um dos fundadores da Academia Cearense de Letras e fez parte da diretoria no cargo de orador, no período de 1894 a 1900. Participou intensamente nas sessões da fase inicial do sodalício, discutindo temas jurídicos. Em 1922, com a ajuda …

JUSTINIANO DE SERPA Leia mais »

CÉSAR ASFOR ROCHA

César Asfor Rocha nasceu na cidade de Fortaleza-CE, no dia 5 de fevereiro de 1948. Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 22 de agosto de 2008, ocasião em foi saudado pelo acadêmico Napoleão Nunes Maia Filho. Ocupa a vaga deixada pelo acadêmico Manuel Eduardo Pinheiro Campos, cadeira número 22, cujo patrono é Justiniano …

CÉSAR ASFOR ROCHA Leia mais »

Quintino Cunha

José Quintino da Cunha nasceu em Itapajé-CE, no dia 24 de julho de 1875. Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 8 de setembro de 1922, na época da primeira reorganização, ocupando a cadeira número 22, cujo patrono era o poeta Paula Nei. Foi esquecido na segunda reorganização do sodalício, compondo, assim, o denominado …

Quintino Cunha Leia mais »

Leiria de Andrade

Manuel Leiria de Andrade nasceu em Fortaleza-CE, no dia 21 de março de 1889. Filho de Joaquim José de Andrade e Maria Joaquina de Melo Andrade. Ingressou na Academia Cearense de Letras na primeira reorganização ocorrida em 1922, ocupando a cadeira número 26, cujo patrono é o Visconde de Sabóia. Na reorganização de 1930, transferiu-se …

Leiria de Andrade Leia mais »

Eduardo Campos

Manuel Eduardo Pinheiro Campos nasceu em Guaiúba, quando então pertencia ao município de Pacatuba-CE, no dia 11 de janeiro de 1923. Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 18 de outubro de 1962, ocasião em que foi saudado pelo acadêmico Raimundo Girão. Ocupou a cadeira número 22, na vaga deixada por Alba Valdez, cujo …

Eduardo Campos Leia mais »